BAK Cultural 4ª encontro PICO GO SKATE

Com uma iniciativa de modificar um espaço abandonado no Jardim Rodolfo Pirani, e suprir uma necessidade de lazer e esporte, em uma quadra de futebol que estava ocupado por usuários de drogas e um verdadeiro depósito de lixo,  o lugar se transformou em um grande espaço de convivência para os jovens da região que através do skate e da música    vem dando uma nova cara ao  lugar.

A pista improvisada e batizada como PICO GO SKATE pelos próprios jovens, que não tinham um local para praticar o que mais gostam, andar de skate! De forma colaborativa cada um contribuía com o que podia, madeiras, pregos, martelo, serrote e o mais importante a força de vontade, fez com que tudo isso fosse possível.

Para fortalecer essa iniciativa o Projeto BAK Cultural chegou para somar para oferecer ainda mais estímulo para essa galera. Esse dia certamente foi um marco para a mudança dentro desse cenário jovem na região. Com a colaboração de skatistas patrocinados que trouxeram os prêmios para um campeonatinho que agitou o PICO.

Na trilha sonora um convidado que veio de Ribeirão Pires para prestigiar e colaborar com o projeto, DJ Du All Star que comandou o dia com um som no estilo.



Em um belo clima de por do sol e a galera eufórica com tantas manobras,    quatro jovens foram premiados com shapes e camisas. Vitoriosos foram todos  que   participaram  desta iniciativa de inestimável valor para aqueles jovens e para a comunidade.

Depois de toda essa agitação a festa ainda continua com som de Contaminado Beats, Lico Crazy e PC MIC.

“Contaminado beats começou no ano de 2012 sozinho com o apoio de um que amigo me ensinou a usar os programas de edição de música.  A partir daí com a ajuda do projeto BAK Cutural venho conseguindo divulgar meu trabalho e conhecer pessoas que também fazem um trabalho similar ao meu”.

“Meu grupo chamava Versaõ Consciente, mas como eu fiquei solo, resolvi vim com o meu vulgo Lico Doido, agora é Lico Crazy nas letras e produção e pra somar comigo, tem meu compadre Dj BL nas Pick Up.”

Nasceu há dois anos por meio de dois jovem simples na escola que faziam um trabalho sobre rap. Isso foi crescendo mais e mais e, hoje, já são cinco integrantes, além de pessoas que chegam para somar..

Essa foi a primeira iniciativa em conjunto com o PICO que vai render muito, o BAK Cultural também está dentro desse desafio de transformar esse lugar ainda abandonado pelo poder público, não dispõe de iluminação, energia elétrica, água, preservação e limpeza mas minimamente supri a carência dessa juventude.

Anúncios
Esse post foi publicado em BAK Cultural e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s